A Maçonaria

A Maçonaria

Maçonaria é uma sociedade discreta, em que as ações são reservadas e interessam apenas àqueles que dela participam. A maçonaria é uma sociedade universal, cujos membros cultivam o aclassismo, humanidade, os princípios da liberdade, democracia, igualdade, fraternidade e aperfeiçoamento intelectual.

A maçonaria admite que todo homem é livre e possui bons costumes, não faz distinção de raça, religião, ideário político ou posição social. Sua única exigência é que o candidato possua uma crença no único ser criador de todas as coisas; o Grande Arquiteto do universo

Maçonaria é de origem francesa, e significa construção. O termo maçom é a versão com significado "associação de pedreiros".

Origem da Maçonaria

A maçonaria começou como uma sociedade secreta, originalmente era uma das sociedades secretas que chegaria ao século XVII apoiada em fundamentos de filosofia natural como se percebe pelo simbolismo dos signos e números (a tríade, o triângulo, o círculo). Formavam corporações privilegiadas, que se furtavam de toda a regulamentação municipal e guardavam os segredos da profissão.

É especificamente maçônico o vínculo com a tradição da construção: é daí que surgiu a sua terminologia, os seus objetos de culto, emblemas e o ritual (martelo, paleta, esquadro, mandil), bem como os graus de mestre, companheiro e aprendiz.

A Grande Loja de Maçonaria foi criada na Inglaterra em 1717, e unia as quatro lojas londrinas. O líder eleito era conhecido como Grão-Mestre. Aberta a todos as crenças religiosas, a maçonaria se transformou em um receptáculo da filosofia das Luzes e depressa se estendeu a todo o Continente Europeu.

No final do século XVIII já existiam 700 lojas em França, compostas por grande quantidade de nobres e membros da classe média e do clero, apesar dos Papas Clemente XIII e Bento XIV terem proibido a maçonaria em 1738 e 1751.

Rua Carlos Gomes, 108 - 6ª andar - Ed. Maçônico, Dois De Julho.
CEP: 40060-330 - Salvador - BA
(71) 3503-3994 / (71) 99739-3500
Seg-Qui 09 às 19h | Sex 09 às 18h
gleb@gleb.org.br
TOP